top of page

5 passos essenciais para criar um formulário de pesquisa eficaz

Atualizado: 16 de nov. de 2023

Obtenha insights úteis para criar um formulário de pesquisa eficaz e garantir resultados confiáveis em sua pesquisa.

Para encontrar respostas precisas e fazer com que sua pesquisa obtenha resultados de sucesso, é necessário começar de um jeito certo. Um dos segredos está em saber formular as perguntas.

Saber o que perguntar, para quem perguntar, quando e em quanto tempo são detalhes importantes a serem levados em consideração neste processo.

Antes de tudo é preciso certificar-se de que você já escolheu o tipo de pesquisa a ser realizado, se já tem um objetivo bem definido, o universo a ser pesquisado e a amostragem bem definida.

Estes atributos são pré-requisitos necessários para que você possa iniciar o planejamento e a confecção do seu formulário de pesquisa.

Se você já cumpriu com todas estas tarefas, certamente está buscando pela resposta que te levará a descobrir quais os 5 passos essenciais para criar um formulário de pesquisa eficaz.

E foi pensando em levar você a esta conclusão, que levantamos as dicas a seguir. Nos acompanhe.

Planeje seu questionário seguindo uma lógica de apresentação

Ao criar um formulário de pesquisa é preciso seguir uma metodologia básica e bem estruturada que apresente seus objetivos, conduza a leitura com clareza e fluidez, e ainda obedeça a uma sequência lógica para isso.

Estas etapas podem variar conforme o tipo de pesquisa e os meios escolhidos para a coleta de dados.

Em pesquisas colaborativas, onde o público responde uma pesquisa voluntariamente ou por convite, o roteiro exige que você inicie seu questionário com um texto de apresentação, que irá justificar o porquê e para quem a pesquisa está sendo destinada, qual a importância do respondente neste processo, os benefícios e um desfecho com um agradecimento.

Você deve antes de formular as perguntas, identificar o entrevistado, o entrevistador e criar filtros eliminatórios para depois elaborar as questões. Recomenda-se também fechar o questionário com uma mensagem de encerramento e agradecimento.

Nos casos em que você pode contar com a presença de um entrevistador, o texto introdutório e a mensagem de agradecimento não são necessários.

Escolha os tipos de perguntas e certifique-se que elas viabilizarão suas análises

Para poder elaborar as perguntas, leve em conta o seu conhecimento sobre os tipos de perguntas possíveis, escolhendo os perfis que melhor se ajustarem aos objetivos da sua pesquisa.

Você pode incluir perguntas abertas, fechadas, em escala, com números e datas, de resposta única ou de múltipla escolha, e por aí vai. Tudo vai depender dos objetivos que você tem com a sua questão.

Nesta decisão, a escolha do tipo do dado que a pergunta aceitará é primordial.

Para algumas questões, escolher um tipo de pergunta muito aberta pode inviabilizar uma série de análises. Exemplo disso pode ser citado com uma simples questão relacionada ao local em que reside o respondente. Manter um campo de resposta muito aberta para esta questão, deixa a escrita a critério do respondente. O problema está nas diferentes maneiras que cada respondente poderá usar para descrever a mesma coisa. Ele pode citar o nome da sua cidade de forma abreviada, por extenso..etc. E neste caso você terá em sua questão respostas diferentes, porém que referenciam a mesma coisa.


Ebook Sucesso na Coleta de Dados

Cuide da redação e seja claro ao formular seu questionário

Ao aplicar uma pesquisa, muitas vezes o respondente pode não contar com a presença física do entrevistador.

Por este motivo, ao criar um formulário de pesquisa, faça uso de campos auxiliares para explicar com clareza e a objetividade o que você espera que o entrevistado responda, para evitar erros de interpretação.

Além disso, a linguagem não deve ser tendenciosa, devendo respeitar sempre o ponto de vista do respondente. Deve ser simples e breve, evitar ambiguidades e suposições.

Recomenda-se também a inclusão de questões de confirmação, para checar a veracidade das respostas dadas pelos respondentes. Tratam-se de perguntas de acompanhamento, para certificar que a resposta dada em uma questão anterior, mantém a sua tendência em todo o questionário.

Enriqueça seu formulário de pesquisa com recursos dinâmicos e inteligentes

Contar com formulários que permitam a inclusão arquivos de textos, imagens, fotografias, mapas geográficos e outros documentos, além de tornar o questionário mais dinâmico, permite análises mais precisas e inteligentes.

Você mantém seu foco, e reúne em um único ambiente tudo o que você precisa para poder acompanhar os resultados e fazer a interpretação dos dados de forma prática e segura.

Você pode, por exemplo, ir à campo, fazer seus apontamentos e ainda registrar os fatos com imagens, incluir arquivos de texto complementares e outros recursos. Tudo para facilitar e enriquecer sua coleta de dados.

Faça um pré-teste com seu questionário

Com todas as etapas concluídas, é recomendado que se faça um pré-teste de aplicação com seu questionário. Este piloto servirá para identificar erros e dificuldades em respondê-lo. Aplique-o para um grupo pequeno, e posteriormente discuta com eles as confusões e os riscos potenciais.

Ao fazer os ajustes necessários e comprovar que o projeto no geral está funcionando corretamente você pode sair à campo.

Siga adiante e com a tranquilidade de ter preparado um caminho lógico consistente para obter resultados confiáveis em seu estudo.


use o coletum de graça

Comments


bottom of page